Conheça as principais doenças de pele

16 de junho de 2021
1

Maior órgão do corpo humano, a pele representa nossa proteção contra agentes externos como microrganismos e substâncias tóxicas, além de fatores ambientais. Relacionados a alguns destes, além dos fatores genéticos, existem diversas doenças de pele que podem apresentar sintomas locais ou em diversas partes do corpo. 

Formada por três camadas sobrepostas (epiderme, derme e hipoderme), a pele humana tem a capacidade de renovação das células e regeneração dessas estruturas. Para isso, é necessário diagnóstico médico e tratamento precoce, de acordo com cada patologia. 

Conheça, a seguir, as principais doenças de pele e seus sintomas, tratamentos e formas de prevenção. 

Acne 

Inflamação das glândulas sebáceas que provoca lesões na pele, as espinhas e cravos, nomes mais comuns para acne, são mais frequentes na época da puberdade, o início da adolescência com a produção de hormônios sexuais. A acne também pode ocorrer em adultos e decorrentes do uso de alguns tipos de medicamentos.  

Além das lesões com pus, pode ocorrer vermelhidão, dor e cicatrizes, dependendo do tipo de acne do paciente. Em alguns casos, essas lesões desaparecem com o tempo, mas pode ser necessário o tratamento especializado para reduzir os efeitos que afetam também a autoestima. 

Existem inúmeros produtos, entre loções, cremes e sabonetes, além dos medicamentos que ajudam a controlar e curar a acne, mas estes devem ser avaliados por um dermatologista para adequação a cada caso. Uma rotina de higiene com produtos adequados para cada tipo de pele também ajuda na prevenção. 

Dermatite  

A dermatite é um tipo de inflamação da pele decorrente do contato com agentes que possam causar alergia ou irritação. Existem diversos tipos, como a dermatite atópica, com causas genéticas; dermatite de contato, por alergia a algumas substâncias; dermatite seborreica, que atinge o couro cabeludo, dentre outras. 

Os sintomas das dermatites mais comuns são a coceira, vermelhidão, sensação de queimação, descamação, oleosidade ou ressecamento excessivos, bolhas, entre outras alterações na pele. Estes sinais representam a necessidade de avaliação por um médico para que seja possível identificar as causas da dermatite e indicar o tratamento mais adequado. Como prevenção, recomenda-se os cuidados básicos com a pele e também evitar se expor aos agentes alérgenos e outros que podem desencadear os sintomas. 

Micose 

O verão no Brasil costuma ser uma época de clima com temperatura e umidade elevadas, propícias para o aparecimento de doenças de pele causadas por fungos. Conhecidas como micoses, essas doenças também podem afetar os cabelos e as unhas, causando coceira, manchas esbranquiçadas ou avermelhadas, descamação ou surgimento de crostas, dentre outros sintomas, de acordo com cada tipo de micose. 

O tratamento para micoses vai depender também de qual é o fungo causador e pode variar entre o uso de pomadas e outros tópicos no local, além de medicamentos para ingestão, de acordo com o diagnóstico e prescrição feitos pelo dermatologista.  

Como prevenção à micose, recomenda-se manter hábitos de higiene pessoal como: não compartilhamento de escovas de cabelos, toalhas e roupas para evitar o contágio; após o banho, secar bem as dobras do corpo como a virilha e a volta dos dedos dos pés; e também usar roupas leves que facilitem a transpiração do corpo e não retenham a umidade ou suor. 

Câncer de pele 

O câncer de pele tem como principal fator de risco a exposição ao sol e é o mais frequente em todo o mundo e no Brasil. Geralmente, atinge em maior parcela pessoas brancas acima dos 40 anos. Existem dois tipos, o melanoma (com origem nas células de melanina) e o não melanoma (mais frequente, mas de menor mortalidade). 

Prevenir-se contra o câncer de pele é a principal indicação dos dermatologistas, evitando se expor ao sol entre 10h e 16h, horário de alta intensidade, e proteção UV com o uso de filtros, roupas e acessórios. 

O diagnóstico precoce e tratamento adequado, para esta e outros tipos de doenças dermatológicas, aumentam as chances de cura e reduzem outros efeitos prejudiciais para saúde e bem-estar. Se ainda não conhece, vale a pena saber quando procurar uma das especialidades de dermatologia (clínica ou estética)

My New Stories

plano de saúde
agendamento de consulta online
Atendimento médico
relação entre médicos e pacientes
Vantagens para sua clínica
como definir valor de consulta
fidelizar pacientes
médico endocrinologista
Emagrecer com saúde
Síndrome Metabólica
problemas do sedentarismo
aplicativo médico
ferramentas de gestão de clínicas
agendamento de consulta online
Prontuário eletrônico
marketing médico
como atrair e fidelizar mais pacientes
organização para agenda de pacientes
montar um consultório médico
Gestão financeira para clínica e consultório médico
Cirurgia do Aparelho Digestivo
tipos de psicoterapia
Ecocardiograma
Endocrinologia e metabologia
Cirurgia da Mão
homeopatia e acupuntura
urologista
hepatites virais
nutrólogo e nutricionista
Otorrinolaringologista
gripe e resfriado
quando procurar um mastologista
procurar médico especialista
quando marcar pediatra
O que o dermatologista faz
Quando procurar um cardiologista
O que é angiologia
Nefrologia
Médico Alergologista
consulta com psiquiatra
o que é neurocirurgia
Ginecologia e Obstetrícia
procurar médico ginecologista
O que oftalmologista faz